Estacas Escavadas e Tubulões - Trado Mecânico



Somos uma empresa de engenharia com dedicação exclusiva a geotecnia de fundações. Realizamos investigações geotécnicas como sondagens a tradopercussãomista e rotativa e fundações como estacas escavadas (trado), tubulõesestacas pré moldadas, metálicas e estacas hélice contínua monitorada.

Mantemos uma página no facebook com atualizações constantes sobre nossas atividades. Temos também um canal do youtube com alguns vídeos de nossos serviços.

Nossa missão é fornecer parâmetros geotécnicos e executar fundações utilizando-se de solido conhecimento acadêmico e experiência de campo. Já são mais de 300 mil metros de investigações geotécnicas e 2 milhões de metros de estacas executadas para clientes como:  Pepsi, Petrobras, Elma Chips, MRV, Nestle, Carpathian Gold, Vale FCA, Novo Nordisk, Grupo OHL, Grupo Vitória da União, Isolux, Rima, CNH - Case New Holland, Planex, Grupo ARG, Hipolabor, Itaipu Scania, Mart Minas, etc.

Nossa experiência acadêmica é garantida pelo nosso  R.T e sócio fundador, que é professor universitário da disciplina de fundações no curso de Engenharia Civil do Pitágoras.


Elemento de fundação que transmite a carga ao terreno ou pela base (resistência de ponta) ou por sua superfície lateral (resistência de fuste) ou por uma combinação das duas, devendo sua ponta ou base estar assente em profundidade superior ao dobro de sua menor dimensão em planta, e no mínimo 3,0 m. Neste tipo de fundação incluem-se as estacas e os tubulões.

ESTACA ESCAVADA MECANICAMENTE

Estacas escavadas, também conhecidas como estacas trado, ou estacas escavadas sem fluido, são estacas executadas por perfuração do solo através de trado mecânico, sem emprego de revestimento ou fluido estabilizante. Um caso particular da estaca escavada mecanicamente é a estaca broca executada, usualmente, por perfuração com trado manual.

TUBULÃO

Tubulão é um elemento de fundação profunda, escavado no terreno em que, pelo menos na sua etapa final, há descida de pessoas, que se faz necessário para executar o alargamento de base ou pelo menos a limpeza do fundo da escavação, uma vez que nesse tipo de fundação as cargas são transmitidas preponderantemente pela ponta. Na literatura internacional denominam-se estacas escavadas com alargamento de base.

ESTACA DE CONCRETO MOLDADAS IN LOCO

São estacas escavadas executadas preenchendo-se, com concreto ou argamassa, perfurações previamentes executadas no terreno.

LIMITES ACEITÁVEIS DE EXCENTRICIDADE DE EXECUÇÃO

Face as características executivas dos diversos tipos de fundações, excentricidades são inevitáveis. Quando forem projetadas estacas escavadas isoladas, elas devem ser estruturalmente dimensionadas para suportar todas as excentricidades das cargas aplicadas e também excentricidades executivas previamente estimadas cujo valor dependa de cada tipo de estaca ou equipamento. Devem ser verificados os deslocamentos e tensões horizontais no solo.

ELEMENTOS ISOLADOS OU ALINHADOS

Para estacas escavadas de qualquer dimensão, é aceitável, sem qualquer correção adicional, um desvio entre o eixo da estaca e o ponto de aplicação da resultante das solicitações do pilar de 10% da menor dimensão da estaca.

CONJUNTO DE ESTACAS

São toleradas, sem necessidade de correção, excentricidades de até 10% do diâmetro das estacas escavadas do conjunto. Aceita-se sem correção um acréscimo de até 15% sobre a carga admissível ou carga resistente de projeto.

DESAPRUMO DE ESTACAS

Não há necessidade de verificação de estabilidade e resistência, nem de medidas corretivas para desvio de execução, em relação ao projeto, menores que 1/100.

DIMENSIONAMENTO ESTRUTURAL – ESTACAS DE CONCRETO MOLDADAS IN LOCO

As estacas escavadas ou tubulões, quando solicitados a cargas de compressão e tensões limitadas a 5 ou 6 mpa, (dependendo do tipo de estaca), podem ser executadas em concreto não armado, exceto quanto a armadura mínima de ligação com o bloco. Estacas ou tubulões com solicitações que resultem em tensões superiores devem se dotadas de armadura que deve ser dimensionado de acordo com a ABNT NBR 6118.

A resistência característica do concreto fck deve ser aplicado um fator reduto de 0,85, para levar em conta a diferença entre os resultados de ensaio rápidos de laboratório a resistência sob a ação de cargas de longa duração.

METODOLOGIA EXECUTIVA - ESTACAS ESCAVADAS E TUBULÕES

PERFURAÇÃO: A escavação é feita com tado curto acoplado a uma haste até a profundidade especificada em projeto, devendo-se confirmar as características do solo através da comparação com a sondagem mais próxima. Quando especificado em projeto, o fundo da perfuração deve ser apiloado com soquete. 

Nos tubulões após escavação do fuste até a cota de assentamento da fundação da-se o alargamento da base. Essa quando mecanicamente, é obrigatória a descida de poceiro para remolção do solo solto que o equipamento não consegue retirar. Antes da concretagem, o material de apoio das bases deve ser inspecionado por engenheiro, que confirmará in loco a capacidade de suporte do material, autorizando a concretagem.

CONCRETAGEM: A concretagem deve ser feita no mesmo dia da perfuração, através de um funil que tenha comprimento mínimo de 1,5 m. A finalidade deste funil é orientar o fluxo de concreto.

COLOCAÇÃO DA ARMADURA: No caso das estacas não sujeitas a tração ou a flexão, a armadura é apenas de arranque sem função estrutural e as barras de aço podem ser posicionadas no concreto, uma a uma, sem estribos, imediatamente após a concretagem, deixando-se para fora a espera (arranque) prevista em projeto.

No caso de estacas submetidas a esforços de tração, horizontais ou momentos, a armadura projetada deve ser colocada no furo da estaca antes da concretagem.

Para os tubulões, a armadura do fuste deve ser colocada antes da concretagem tomando-se o cuidado de não permitir que, torrões de solo sejam derrubados para dentro do tubulão.

Quando a armadura penetrar na base, ela deve ser projetada de modo a permitir a concretagem adequada da base, devendo existir aberturas na armadura de pelo menos 30 cm x 30 cm.

REFERÊNCIA NORMATIVA

NBR 6122:2010 – Projeto e execução de fundações - Procedimento
ABEF - Manual de especificações e procedimentos

EQUIPE

Engenheiro Supervisor - Contratante
Operador Perfuratriz Estaca Escavada - Trado Mecânico
Ajudantes Pratico Estaca Escavada
Motorista Perfuratriz Estaca Escavada - Trado Mecânico


Máquina Perfuratriz para Estaca Escavada - Trado Mecânico
Conjunto de trados em diferentes diâmetros para estacas escavadas em solo

DIMENSÕES DE TRANSPORTE

CAMINHÃO PERFURATRIZ - ESTACA ESCAVADA

Peso: 13,500 Kg
Altura de transporte: 4,50 m
Comprimento de transporte: 9,50 m
Largura de transporte: 2,80 m

PERFURATRIZ ESTEIRA - ESTACA ESCAVADA

Peso: 6.500 kg
Altura: 3,0 m
Comprimento: 7,5 m
Largura: 2,5 m

DIMENSÕES DE TRABALHO

CAMINHÃO PERFURATRIZ - ESTACA ESCAVADA

Peso: 13.500 kg
Altura: 12,00 m
Comprimento: 9,50 m
Largura: 5,0 m

PERFURATRIZ ESTEIRA - ESTACA ESCAVADA

Peso: 6.500 kg
Altura: 9,0 m
Comprimento: 4,0 m
Largura: 5,0 m

CAPACIDADE PERFURATRIZ

Profundidade Máxima: 20,00 m
Diâmetro Máximo: 1.00 m

SEGURANÇA NO TRABALHO

PPRA - Programa de prevenção dos riscos ambientais.
PCMSO - Programa de controle médico de saúde ocupacional.

DOCUMENTOS COMPLEMENTARES DISPONÍVEIS EM OBRA – CONTRATANTE

Projeto de Fundação
Relatório das sondagens a percussão, mista ou rotativa.
Planta de forma das fundações 
Boletim de controle da execução
Locação dos centros das estacas da obra

TABELA DE CARGA ESTRUTURAL PARA ESTACAS ESCAVADAS

ESTACAS ESCAVADAS MECANICAMENTE
Diâmetro (cm) Carga estrutural - T adm = 40 kgf/cm2 (+t)
Ø 25 20,00
Ø 30 30,00
Ø 40 50,00
Ø 50 80,00
Ø 60 110,00
Ø 70 150,00
Ø 80 200,00
Ø 90 250,00
Ø 100 310,00
Ø 110 380,00
Ø 120 450,00
Ø 130 530,00
Ø 140 610,00
Ø 150 700,00

  Américo Martins, 70 Jaraguá II - Montes Claros - MG - CEP: 39.404-845

  PABX: 0800 033 0119